辅助功能设置

文字大小

色彩设置

单色 柔和色 dark

阅读工具

底部遮盖 标尺

文章

国际会议

VENHA SE ENCONTRAR COM OS MELHORES JORNALISTAS INVESTIGATIVOS DO MUNDO — NO RIO! — DE 12 A 15 DE OUTUBRO DE 2013

Inscrições | Destaques | O local | Patrocine | Premiações | Contato | Quem vem | Hotéis | Co-organizadores da Conferência

jpeg

Está chegando a hora! A cada dois anos desde 2001, a comunidade mundial de jornalismo investigativo se reúne em uma cidade diferente, e os resultados têm sido extraordinários. Disseminamos a reportagem investigativa e o jornalismo de dados mundo afora, demos o pontapé inicial na criação de dezenas de centros de jornalismo investigativo e contribuímos para a realização de centenas de grandes histórias e colaborações.

Pela primeira vez em oito edições, a Global Investigative Journalism Conference será realizada no hemisfério Sul. De 12 a 15 de outubro, no Rio de Janeiro, o evento acontecerá simultaneamente a dois grandes eventos do jornalismo investigativo mundial: o Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) e a Conferencia Latinoamericana de Periodismo de Investigación (COLPIN), realizado pelo Instituto Prensa y Sociedad (IPYS). Com público esperado de 1.200 participantes, será um dos maiores encontros de jornalistas do mundo.

INSCRIÇÕES

Clique aqui para fazer agora mesmo a sua inscrição na Conferência Global de Jornalismo Investigativo. O pagamento poderá ser feito via cartão de crédito ou boleto bancário, à sua escolha.

Até 9 de setembro, às 23h59, você pode se inscrever com preços promocionais. Associado à Abraji tem desconto especial.

Profissional Estudante
Sócio R$ 300 R$ 215
Não-sócio R$ 490 R$ 310
Inscrição + Anuidade Abraji R$ 520 R$ 325

A partir de 10 de setembro, os preços são maiores:

Profissional Estudante
Sócio R$ 350 R$ 250
Não-sócio R$ 550 R$ 350
Inscrição + Anuidade Abraji R$ 570 R$ 360

Em caso de dúvidas ou pagamento de inscrições em grupo, favor entrar em contato no e-mail financeiro@abraji.org.br.

DESTAQUES
  • Serão mais de 100 painéis, seminários e workshops, incluindo quatro blocos temáticos sobre corrupção e crime organizado, meio-ambiente, esporte e jornalismo de dados;
  • Workshops colaborativos para reunir jornalistas antes, durante e depois da conferência com bases de dados próprias e grandes reportagens;
  • Uma hackatona que reunirá desenvolvedores e jornalistas interessados em uso de tecnologia para criar aplicativos voltados especificamente para repórteres investigativos;
  • Um bloco temático para professores e outros treinadores em jornalismo investigativo e Reportagem com Auxílio do Computador (RAC);
  • Entrega de premiações (Global Shining Light, Daniel Pearl e Latinoamericano de Periodismo de Investigación).
O LOCAL

A Conferência Global de Jornalismo Investigativo acontecerá na PUC do Rio de Janeiro, localizada na Gávea.

PUC2

PATROCINE!

Patrocinar a Conferência Global de Jornalismo Investigativo coloca sua empresa em contato com os repórteres e editores mais influentes do mundo. Grandes empresas de mídia e tecnologia já garantiram presença no maior encontro de jornalistas do Brasil – e um dos maiores do mundo! Para juntar-se a elas, entre em contato com a Abraji em abraji(at)abraji.org.br.

PREMIAÇÕES

Três grandes premiações do jornalismo investigativo internacional serão entregues durante o evento: o Global Shining Light Award, o Daniel Pearl Awards for Outstanding International Investigative Reporting e o Premio Latinoamericano de Periodismo de Investigación. Além disso, a anfitriã da conferência, Abraji, homenageará o experiente jornalista Marcos Sá Corrêa.

CONTATO

Para receber todas as novidades sobre a Conferência Global de Jornalismo Investigativo, curta a página da Abraji no Facebook, siga a @abraji no Twitter e fique de olho no site!

Logo1 (2)

QUEM VEM

Ainda há muitos outros nomes a confirmar, mas a programação da Conferência Global já conta com grandes jornalistas, professores e treinadores:

  • Christopher Acosta, IPYS (Peru)
  • Rosental Alves, Knight Center for Journalism in the Americas, University of Texas (Brasil/EUA)
  • Marcelo Beraba, O Estado de S.Paulo (Brasil)
  • Tom Blanton, National Security Archive (EUA)
  • John Bones, Verdens Gang (Noruega)
  • Catalina Botero, OAS Special Rapporteur for Freedom of Expression (Colombia)
  • Gloria J. Browne-Marshall, John Jay College of Criminal Justice (EUA)
  • Mar Cabra, ICIJ (Espanha)
  • Terje Carlsson, Gravande Journalister (Suécia)
  • Matthew Caruana Galizia (Costa Rica)
  • Jean Philipe Ceppi, RTS (Suíça)
  • Ying Chan, Journalism and Media Studies Centre, University of Hong Kong (Hong Kong)
  • Reg Chua, Reuters Thomson (EUA)
  • Sarah Cohen, New York Times (EUA)
  • Sheila Coronel, Stabile Center for Investigative Journalism (EUA)
  • Kevin Davis, Investigative News Network (EUA)
  • Ides Debruyne, Journalismfund.eu (Bélgica)
  • Jose Roberto de Toledo, O Estado de S.Paulo (Brasil)
  • Steve Doig, Arizona State University (EUA)
  • Stevan Dojcinovic, Serbian Center for Investigative Journalism (Sérvia)
  • Gustavo Faleiros, Knight International Fellow (Brasil)
  • Gustavo GorritiIDL-Reporteros (Peru)
  • Jan Gunnar Furuly, SKUP (Noruega)
  • Marina Walker Guevara, International Consortium of Investigative Journalists (EUA)
  • Ina Gundersen, Stavander Afterbland (Noruega)
  • Nils Hanson, SVT (Suécia)
  • Anton Harber, Investigative Journalism Workshop, Wits University (África do Sul)
  • Jens Egil Heftoy, SKUP (Noruega)
  • Mark Horvit, Investigative Reporters and Editors (EUA)
  • Brant Houston, University of Illinois (EUA)
  • Mike Hudson, ICIJ (EUA)
  • Carlos Eduardo Huertas, Connectas (Colômbia)
  • Mark Hunter, Story-Based Inquiry (França)
  • David Cay Johnston, Syracuse University, Columbia Journalism Review (EE.UU)
  • Tommy Kaas, Kaas & Mulvad (Dinamarca)
  • David Kaplan, Global Investigative Journalism Network (EUA)
  • Henrik Kaufholz, Politiken/Scoop (Dinamarca)
  • Peter Klein, International Reporting Program, University of British Columbia (Canadá)
  • Tero Koskinen, MTV3, 45 Minutes (Finlândia)
  • Ripsa Koskinen-Papunen, MTV3, 45 Minutes (Finlândia)
  • Frederik Laurin, SVT (Suécia)
  • Pekka Lehtinen. MTV3, 45 Minutes (Finlândia)
  • David Leigh, The Guardian (Reino Unido)
  • Chuck Lewis, Investigative Reporting Workshop (EUA)
  • Marcus Lindemann, autoren(werk) (Alemanha)
  • Gabriela Manuli, Global Investigative Journalism Network (Argentina)
  • Paul Meyer, BBC (Reino Unido)
  • Marcelo Moreira, TV Globo (Brasil)
  • Nils Mulvad, Danish School of Journalism (Dinamarca)
  • Angelina Nunes, O Globo (Brasil)
  • Miguel Paz, Poderopedia (Chile)
  • Miranda Patrucic, Organized Crime and Corruption Project (Bósnia)
  • Kimberley Porteus, ICIJ (Austrália)
  • Paul Radu, Organized Crime and Corruption Reporting Project (Romênia)
  • Susanne Reber, Center for Investigative Reporting (EUA/Canadá)
  • Gerardo Reyes, Univision (EUA)
  • Fernando Rodrigues, Folha de S.Paulo (Brasil)
  • Cecil Rosner, Canadian Broadcasting Corp. (Canadá)
  • Gerard Ryle, International Consortium of Investigative Journalists (EUA/Austrália)
  • Rana Sabbagh, Arab Reporters for Investigative Journalism (Jordânia)
  • Maren Saeboe, World Magazine X (Noruega)
  • Daniel Santoro, Clarín (Argentina)
  • Diana Schemo, 100Reporters (EUA)
  • Gianina Segnini, La Nación (Costa Rica)
  • Bruce Shapiro, Dart Center for Journalism and Trauma (EUA)
  • Hannah Storm, International News Safety Institute (Reino Unido)
  • Drew Sullivan, Organized Crime and Corruption Reporting Project (Bósnia/EUA)
  • Serena Tinari, RSI (Suíça)
  • Ricardo Uceda, Instituto Prensa y Sociedad (Peru)
  • Alejandra Xanic von Bertab, New York Times (México)
  • Leon Willems, Free Press Unlimited (Holanda)
  • Kate Willson, Oregon State University (EUA)
  • Thiago Herdy, O Globo/Abraji (Brasil)
  • Eduardo Faustini, TV Globo (Brasil)
  • Tyndaro Menezes, TV Globo (Brasil)
  • Míriam Leitão, TV Globo (Brasil)
  • Rubens Valente, Folha de S.Paulo (Brasil)
  • Audálio Dantas, jornalista independente (Brasil)
  • Ivana Moreira, Veja BH (Brasil)
  • José Paulo Kupfer, O Estado de S.Paulo (Brasil)
  • Juca Kfouri, UOL/ESPN/Folha de S.Paulo (Brasil)
  • Mario Magalhães, jornalista independente (Brasil)
  • Pedro Frederico de Figueiredo Garcia, coordenador-geral de documentação diplomática do Ministério das Relações Exteriores (Brasil)
  • Matheus Leitão, Folha de S.Paulo (Brasil)
  • Cláudia Colucci, Folha de S.Paulo (Brasil)
  • Joaquim Barbosa, Presidente do Supremo Tribunal Federal (Brasil)
HOTÉIS

A Abraji fez uma lista de 17 hotéis e hostels próximos ao local da Conferência e com faixas de preço razoáveis. Veja aqui a relação.

CO-ORGANIZADORES DA CONFERÊNCIA GLOBAL DE JORNALISMO INVESTIGATIVO

Global Investigative Journalism Network (GIJN)

gijn-1170Global Investigative Journalism Network (GIJN) é a primeira organização do mundo a reunir associações de jornalismo investigativo: atualmente, 90 ONGs em 40 países. Já realizou sete Global Investigative Journalism Conferences desde 2001, promovendo a expansão da reportagem investigativa no mundo na última década.

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (ABRAJI) 

Abraji colorAbraji é uma das maiores associações de jornalistas investigativos do mundo, e foi uma das fundadoras da GIJN. Com recém-completados 10 anos, reúne mais de 2.000 associados e já treinou milhares de jornalistas e estudantes de jornalismo no Brasil. A Abraji realiza anualmente o Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, que em 2012 atraiu um público de 650 participantes e em 2013 chega à 8ª edição.

Instituto Prensa y Sociedad (IPYS)

IPYS smO Instituto Prensa y Sociedad é uma das principais ONGs latino-americanas dedicadas à mídia. Baseado em Lima, no Peru, o IPYS realiza treinamentos e ações pela liberdade de expressão. Anualmente, realiza a Conferencia Latinoamericana de Periodismo de Investigación (Colpin), durante a qual entrega o Premio Latinoamericano de Periodismo de Investigación.

 

您可以根据知识共享协议条款免费转载这篇文章

转载


阅读更多

GIJN 十问

GIJN 十问:从警察、调查记者到NGO负责人,对话韩国调查记者林宝英

林宝英的职业生涯从警察开始,在偶然的机会下转行为调查记者,现在又成为了普利策中心人工智能问责网络的负责人。她曾参与多个重磅调查,涉及韩国的学术造假、医疗设备监管等问题。在这篇访谈中,林宝英分享了她做调查报道的挑战、技巧,喜欢的工具以及曾犯过的错误等。

深度报道精选

深度报道精选:谷歌中国工程师杀妻案

全球深度报道网精选了1月几篇值得细味的深度报道,内容包括谷歌中国工程师杀妻案、火车司机的工作状况、中国钢琴销量断崖式下滑、江西新余火灾等。